Home >> DESTAQUE >> Sintest adere a paralisação geral do dia 26 de outubro

Sintest adere a paralisação geral do dia 26 de outubro

O Sintest, representante dos Servidores Técnicos da Uneb, informa que, em reunião com o Fórum dos Técnicos das quatro UEBAs, decidiu aderir a paralisação geral desta quinta-feira (26). Com a paralisação, os portões da universidade serão fechados na capital e nos departamentos do interior. As Universidades Estaduais de Feira de Santana (Uefs), do Sudoeste (Uesb) e de Santa Cruz (Uesc) também aderiram a paralisação.

A paralisação de 24h é organizada pela Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab) em conjunto com o Sindicato dos servidores da Fazenda do Estado da Bahia (Sindsefaz). O objetivo é chamar atenção do governador Rui Costa para as pautas que estão paradas há anos, como o aumento do auxílio alimentação. Os Servidores reivindicam, também, Reajuste Linear Já; Promoções e Progressões funcionais 2017, Extensão de Carga-horária de 30 para 40 horas e Concurso Público para ingresso de novos servidores técnicos.

Um ato público será realizado no Centro Administrativo (CAB), em frente a Secretaria da Fazenda, a partir das 9 horas.

Reajuste Linear:
Há pelo menos três anos o Governo não concede o reajuste linear aos Servidores Técnicos das Universidades Baianas. Com isso, há grande defasagem nos salários dos técnicos, que estão abaixo do salário mínimo.

Progressões e promoções funcionais 2017:
Após conceder as promoções e progressões de 2016, sem a retroatividade com base em julho, o governo ainda não sinalizou quando publicará o decreto e a instrução normativa dos processos de 2017.

Auxílio alimentação:
O auxílio alimentação dos servidores técnicos das universidades está no valor de R$ 9,00 e há pelo menos dez anos não ocorre reajuste.

Extensão de carga-horária:
Os processos com solicitação de aumento de carga-horária estão sem atendimento desde o final de 2014.

A coordenação do Sintest informa ainda que, em função da falta de tempo hábil para marcação e realização de videoconferência com à categoria, optou por comunicar a decisão do Fórum através da lista de e-mails e pelo site oficial e Facebook do Sindicato.