Home >> DESTAQUE >> Balanço da semana do servidor 2017

Balanço da semana do servidor 2017

Como forma de comemorar o Dia do Servidor, 28 de outubro de 2017, o Sintest organizou três dias de evento com programação diversificada com objetivo de levar entretenimento, reflexão e lazer para a categoria. A primeira atividade realizada, na manhã do dia 25, foi levar a massoterapia ocupacional aos departamentos do Campus I. O coordenador de cultura e desporto do Sintest, Dilton Coelho, percorreu alguns setores com sua equipe de profissionais de massoterapia levando terapia e relaxamento para os servidores.

Na tarde do dia 25 foram realizadas duas palestras: Reforma da previdência, ministrada pelo professor de sociologia do IFBA Daniel Romero, que destacou as principais mudanças do relatório final da comissão da Reforma da Previdência, que estabelece uma idade mínima para aposentadoria e amplia o número mínimo de anos para a concessão do benefício- 65 anos para homens e 62 anos para mulheres e será progressiva, ou seja, evoluirá de forma escalonada e acaba com a possibilidade de aposentadoria exclusiva por tempo de serviço no INSS. A idade mínima vai começar aos 53 anos (mulheres) e 55 (homens), com regras diferentes para os trabalhadores (INSS, servidor público, rural e regimes especiais).

Funcionários públicos também serão submetidos à regra de transição da reforma, mas os governos terão um prazo de seis meses para instituir regras próprias para seus funcionários, após a aprovação. A nova regra obriga os estados a criarem fundos de previdência complementar para novos servidores, a exemplo do que fez a União. Com isso, os funcionários terão o benefício limitado ao teto do INSS, podendo receber um complemento se quiserem aderir ao fundo. Outro ponto destacado é o fim da paridade entre servidores ativos e inativos, que na regra atual assegura o mesmo reajuste salarial para todos e na mesma data. A proposta do governo era pelo fim da paridade a quem ingressou no serviço público antes de 2003 e não se aposentou. Esses trabalhadores passariam a ter direito só à reposição da inflação no reajuste do benefício.

Aposentados e aqueles que completarem os requisitos para pedir o benefício até a aprovação da reforma não serão afetados. Por fim, Daniel lelmbrou que a Reforma da Previdência é uma proposta que aprofunda a desigualdade no Brasil, já que o mercado de trabalho se poia, notoriamente, num tipo de manejo de sua força de trabalho que se organiza em torno de altas taxas de rotatividade, impedindo uma contribuição de forma permanente.

A palestra “Qualidade de Vida e Saúde Mental”, ministrada pela terapeuta, Maíra Oliveira, discutiu a importância da qualidade do ambiente de trabalho que pode ser um fator determinante, ou não, para um aumento significativo nos últimos de servidores que estão adoecendo e muitas vezes se afastando do trabalho. Maíra ressalta que “o mundo de trabalho pode ser o responsável pela maior parte da qualidade da saúde mental do trabalhador”, considerando que a maior parte do dia a dia do ser humano é dedicado ao trabalho.

No dia 26 foi realizada uma paralisação para reivindicar as pautas que estão paradas há anos, como o aumento do auxílio alimentação, além do Reajuste Linear Já; Promoções e Progressões funcionais 2017, Extensão de Carga-horária de 30 para 40 horas e Concurso Público para ingresso de novos servidores técnicos. Um ato público em defesa da categoria, em conjunto com outras centrais sindicais baianas, foi realizado no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

O encerramento da semana do servidor ocorreu na sexta-feira (27) com a realização do I Torneio de Futsal do Sintest organizado por Raimundo Gamboa, Ailton Ferreira, Rodrigo Yamashita e Dilton Cerqueira. A equipe dos seguranças foi a campeã do torneio, e os técnicos do DCV-I fora os vice-campeões. O melhor artilheiro foi André, do DCV-I, e o melhor goleiro foi Luciano, também do DCV-I. Também participaram do torneio as equipes do Teatro e Transportes-Solida.